O meu ponto de vista

Setembro 02 2016

Durante anos e anos Paulo Bento era e ainda é “sempre com tranquilidade”. Tanto assim é que a primeira palavra que aprendeu após ir treinar o Olympiakos foi a tradução daquela para grego: ηρεμία (lê-se iremía)

Estando aquele ausente, temos hoje Mário Nogueira, o querido líder (da Fenprof), a “classificar sereno, sereno e sereno o início deste ano escolar”. Esqueceu-se, porém, que existem 30 000 professores nas filas do desemprego, número superior ao registado por esta altura no ano passado. Recordam-se do que então disse?

Já agora, mudando um pouco o bico da agulha, vale a pena atentar na seguinte prosa, extraída de um comunicado do SPRC, datado de 4 de Setembro de 2015, “a Fenprof, na última reunião do Secretariado Nacional, decidiu dar prioridade, no conjunto de reivindicações urgentes a dirigir aos deputados que irão ser eleitos a 4 de Outubro e ao próximo governo, a imediata suspensão da municipalização”.

publicado por Hernani de J. Pereira às 22:21

Setembro 11 2014

Soube-se, há pouco, que Paulo Bento chegou a acordo com a FPF com vista à rescisão do seu contrato. Até aqui, como costumo dizer, nada de mal para o mundo, bem pelo contrário. Aliás, tal decisão só peca por tardia, pois, como já escrevi por diversas vezes, Paulo Bento deveria ter colocado o seu lugar à disposição logo após a “nossa” indecorosa prestação no Mundial do Brasil.

Porém, é curial afirmar que não é o único culpado, pois a FPF insensatamente renovou o contrato com aquele antes da nossa deslocação ao Mundial de 2014. E, pior, de forma asinina, colocou a rescisão no patamar dos três milhões de euros.

Depois, como é lógico, mesmo com os resultados que se viram no Brasil e contra a Albânia, estava de tal modo com as mãos e os pés atados, que só restava um rompimento amigável, com a respectiva indemnização ao seleccionador, o qual deve ter saído com uma maquia apreciável.

Poderemos interrogarmo-nos se isto afecta ou não os nossos bolsos. A resposta é directamente não, mas em virtude da FPF ser reconhecida como instituição de utilidade pública e, por isso, estar isenta de contribuições, o caso repercute-se nos cofres do Estado, ou seja, indirectamente, em todos os portugueses.

publicado por Hernani de J. Pereira às 19:35

Setembro 08 2014

Ontem a selecção nacional de futebol, mais uma vez, foi uma autêntica vergonha. Perder com a Albânia, senão a mais fraca das selecções europeias, seguramente uma das piores, é mais que incompetência, é falta de carácter e, sobretudo, ausência de brio profissional.

Já aquando do Mundial do Brasil, se Paulo Bento tivesse um pingo de decoro e se os responsáveis da FPF não passassem de poços de vaidade e vacuidade, a selecção de todos nós já estaria noutras mãos. Mas não! Para além de manterem o seleccionador, com o argumento, mais que falacioso, de que fomos incompetentes, mas não somos incompetentes, promoveram-no. As únicas mexidas foram a nível médico, lembrando aquele adágio “mudam-se as moscas, mas a m… é a mesma”

Voltando ao jogo de ontem e, principalmente, ao miserável desempenho dos portugueses, depois de fortemente vaiado, apesar de desavergonhadamente terem colocado os decibéis a um nível quase insuportável, com vista a abafar os gritos de revolta de quem novamente acreditou nas boas intenções dos homens da bola, Paulo Bento, na conferência de imprensa, quando questionado sobre a reação dos presentes, afirmou “os lenços brancos são algo naturais. As pessoas não estão satisfeitas e reagem deste modo. Há que aceitar com toda normalidade”. É mesmo para dizer “ora bolas”, para não proferir outra frase que, pelo seu tom vernáculo, não é conveniente usar neste espaço.

Se as palavras de Paulo Bento revelam decência, então não sei o que é a indecência.

E a FPF não tem uma palavra?

publicado por Hernani de J. Pereira às 21:24

Julho 09 2014

Hoje recebi um telefonema que, sinceramente, não esperava. Paulo Bento, de férias fora do país – pediu-me para não divulgar o local e eu cumpro a promessa -, ligou-me por causa dos meus textos publicados em 23 e 27 de Junho p.p., e algo revoltado, para não dizer indignado, indagou do porquê de não escrever nada sobre o resultado da partida de ontem entre o Brasil e a Alemanha.

E continuou:

- Então, quem não sabia nada de futebol era aqui o “je”, que fiz uma selecção de interesses, onde os jogadores mais pareciam que estavam numa passagem de modelos, do que a trabalhar afincadamente para jogarem verdadeiro futebol?

Sem me deixar falar, de imediato, acrescentou:

E do Filipão e a da sua excelente equipa de ontem, tu e todos os outros comentadores de bancada, agora, não dizem nada?

Depois de o deixar desabafar, lá consegui dizer:

- Oh Paulo, sem querer contrariar-te, é muito diferente ser eliminado na fase de grupos do que numa meia-final.

Retorquiu, desta vez, elevando a voz:

- Pois é, mas apanhar na “pá” quatro ou sete também é muito diferente. Jamais uma equipa, por mim orientada, foi derrotada por tão extensa goleada. Mais: neste momento até posso dar-me ao luxo de pensar que, afinal, somos melhores que o Brasil.

Aqui, sem outros argumentos, disse-lhe que era capaz de ter alguma razão, concluindo a conversa desejando-lhe a continuação de boas férias.

publicado por Hernani de J. Pereira às 20:11

Análise do quotidiano com a máxima verticalidade e independência possível.
hernani.pereira@sapo.pt
Julho 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos

Julho 2024

Junho 2024

Maio 2024

Abril 2024

Março 2024

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Julho 2022

Junho 2022

Maio 2022

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

pesquisar
 
blogs SAPO