O meu ponto de vista

Outubro 10 2016

Ainda hoje, uma vez mais, o referi. Três aspectos existem que são comuns a 99,99 % dos portugueses: falta de dinheiro, excesso de trabalho e inexistência de tempo livre. Por isso peço a todos: por favor não falem destes três sintomas e, sobretudo, do primeiro, uma vez ser catedrático sobre tal e não gostar de falar sobre um assunto com quem não tem tanta experiência quanto este vosso escriba.

Não queira, caro leitor, passar a mensagem de que só os euros sustentam a sua motivação e eliminar à partida as suas oportunidades de continuar uma conversa que, eventualmente, pode ser profícua para todas as partes.

Ninguém muda, conscientemente e por vontade própria, para pior. A menos que se veja numa situação desesperada e seja obrigado a aceitar condições para as quais não está preparado. É, por isso, normal que todas as pessoas que não estão nesta situação procurem um upgrade do seu modo de vida. Assim, a conversa, apesar de não referir explicitamente o dinheiro, pode derivar para a forma de melhorar o seu status económico, versando, por exemplo, sobre a poupança ou rentabilização de recursos/talentos.

Bem sabemos que o dinheiro não traz felicidade, mas é verdade que ajuda e imenso. No fundo, trata-se de algo que, à partida, parece interessar a todos. Todavia, torna-se imensamente redutora e não leva a lado nenhum o queixume mútuo. Ninguém dá nada a ninguém e, como se costuma dizer, não existem almoços grátis. Assim, para não haver perdas de tempo e muitos menos defraudação de expectativas, o conveniente é dedicar o tempo a “como dar a volta por cima?”.

publicado por Hernani de J. Pereira às 20:55

Julho 28 2014

 

Será que apenas restam pedras?

 

publicado por Hernani de J. Pereira às 20:56

Abril 12 2014

Habituado à caneta troquei, neste últimos dias, esta por outra bem mais pesada mas não menos reconfortante, ou, dito por outras palavras, a enxada tem sido minha companheira desde o nascer até ao morrer do dia. Trata-se, como costumo dizer, do meu ginásio, o qual, por imperativos de agenda profissional e, sobretudo, devido à meteorologia, não me é possível fazer uso diário.

Sendo certo que as batatas há muito que estão semeadas, pouco faltando, aliás, para o respectivo sacho, os últimos dias tem sido ocupados a lavrar, fresar, abrir regos e, por último, o mais difícil, pois é feito por força braçal, o semear de milho, de feijões e de abóboras. Sinceramente, por vezes, tenho pena do tractor face à dezena ou mais de horas que diariamente trabalha, apenas descansando no parco tempo de almoço, já que do meu corpo não me queixo. Costumo, até, dizer, meio a brincar meio a sério, que devia comer metade e trabalhar- fisicamente, é claro – o dobro.

A reduzida dimensão das explorações, a dispersão das mesmas e as suas características, a predominância do trabalho isolado, envolvendo tractores, máquinas e equipamentos perigosos, entre outros factores específicos da actividade agrícola, trazem enormes desafios aos que da lavoura fazem o seu sustento ou, como é o meu caso, o seu hobby.

Para além dos desafios inerentes à acticidade agrícola, outros existem que, por terem características imprevisíveis como sejam, por exemplo, as condições atmosféricas, as imposições do mercado, as restrições da agroindústria, entre tantas outras, alteram, quase constantemente, as condições de trabalho e, principalmente, os justos proventos de quem com tão boa fé a tais trabalhos se entrega.

Contudo, quem corre por gosto não se cansa! Quanto a proventos económicos, nem é bom falar nisso. Sei o dinheiro que "perco", mas vale mais gastá-lo "nestas condições" do que no café, na dança ou em outras actividades fúteis.

publicado por Hernani de J. Pereira às 23:51

Análise do quotidiano com a máxima verticalidade e independência possível.
hernani.pereira@sapo.pt
Julho 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos

Julho 2024

Junho 2024

Maio 2024

Abril 2024

Março 2024

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Julho 2022

Junho 2022

Maio 2022

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

pesquisar
 
blogs SAPO