O meu ponto de vista

Setembro 16 2022

transferir.jpg

O Presidente da República bateu recordes e até consegue superar, em menos tempo, o Papa Francisco. São 110 viagens contra as 59 do Sumo Pontífice. É mais do dobro. Por exemplo, ainda ontem regressou de Angola, onde esteve na tomada de posse do Presidente de Angola e já vai partir para nova viagem, desta vez a Inglaterra para as cerimónias fúnebres da Rainha Isabel II.

Já sabíamos que Marcelo Rebelo de Sousa é homem para comentar tudo, tendo e dando opinião mesmo sobre os assuntos mais banais. Agora no que concerne a “passear” é caso para dizer que o nosso mais alto magistrado passa mais tempo fora que dentro do país.

publicado por Hernani de J. Pereira às 19:44

Setembro 14 2022

images.jpg

Há cinco anos, em Pedrógão Grande, devido aos incêndios, morreram 66 pessoas e muitas dezenas de outras ficaram feridas. Isto para não falar dos enormes prejuízos em termos de floresta, habitações e unidades industriais.

Passados todos estes anos o Tribunal de Leiria decidiu pela absolvição de todos os arguidos indicados pelo Ministério Público (MP), o que, na prática e por agora, não existem culpados. Como na esmagadora maioria das vezes, em Portuga a culpa morre solteira.

É evidente que o MP pode recorrer, mas mesmo que o faça não acredito noutro desfecho, tal como recordo bem da enorme e despudorada campanha que muitas pessoas e/ou corporações fizeram para que aqueles jamais fossem considerados culpados.

A floresta não estava minimamente limpa, os caminhos, devido à falta de limpeza das respectivas bordas, encontravam-se quase impedidos de circular, os bombeiros actuaram tarde e a más horas, os serviços autárquicos nunca quiseram saber destas e de outras maleitas, mas a culpa foi somente de um estranho fenómeno atmosférico.

Parafraseando o outro, também posso perguntar “e o burro sou eu?”

publicado por Hernani de J. Pereira às 19:55

Setembro 10 2022

transferir.webp

Aquando da formação do actual governo António Costa premiou com o cargo de ministro das Finanças um derrotado à CM de Lisboa, Fernando Medida.

Hoje, tomou posse como novo ministro da Saúde, Manuel Pizarro, igualmente candidato vencido, desta vez à autarquia do Porto.

É caso para dizer que para subir na vida, basta que os candidatos autárquicos do PS percam as respectivas eleições.

Já agora, fico à espera da nomeação de Manuel Machado, candidato perdedor à CM de Coimbra. Ministro ou secretário de estado não importa. Tem direito, tal como os seus camaradas, a ser nomeado.

publicado por Hernani de J. Pereira às 20:00

Setembro 08 2022

transferir.jpg

Morreu há momentos a Rainha Isabel II. Não sendo monárquico, também não agito a bandeira do republicanismo fanático. Foi uma figura, que não sendo muito popular, soube granjear a simpatia da maioria dos seus súbditos. Teve, como qualquer mortal, rasgos de energias de extraordinário bom-senso, ao mesmo tempo que revelou controvérsias muito preponderantes. Lembramo-nos, por exemplo, do caso da morte da princesa Diana.

Importa agora falar sobre a sucessão. O príncipe Carlos, agora Rei Carlos III, é manifestamente desprovido das características primordiais que sua mãe possuía. Todavia, como todos sabemos, o papel do monarca inglês é quase figurativo pelo que as suas intervenções não terão grande impacto na cena internacional. Valha-nos isso.

Paz à alma de Queen Elizabeth. Viva o novo rei.

publicado por Hernani de J. Pereira às 19:36

Setembro 08 2022

Pela primeira vez, desde há 45 anos, que inicio Setembro sem a agitação, perturbação e alguma angústia que caracteriza a abertura de cada ano lectivo. O sossego prende-se com a ausência de cumprimento de uma agende sempre muito carregada de reuniões e contactos; a não perturbação é devida a que faço actualmente o que quero e quando quero – abro um parêntesis para dizer o que todos sabem: esta é uma questão muito relativa -; e, por último, a inexistência de constrição refere-se aos assuntos de horário e distribuição de serviço. Isto, para o bem e/ou para o mal é passado.

A aposentação tem esta faceta. Apresenta-nos alguma serenidade, mas simultaneamente certa saudade.

Com toda a sinceridade, tenho de reconhecer que, neste momento, registo um misto de alívio e de nostalgia. Quem é docente ou o foi durante tantos anos, como é o meu caso, sabe que na primeira quinzena de Setembro existe sempre um misto de sentimentos que balança entre o “novamente o mesmo” e “este ano é que vai ser”.

Livre destes emoções, resta-me desejar um bom ano lectivo a todos os ex-colegas.

publicado por Hernani de J. Pereira às 19:14

Setembro 07 2022

transferir.jpg

Anteontem, aquando da apresentação das medidas de apoio às famílias – de acordo com a nova simbologia do PS - António Costa do alto do seu pedestal (e magistral) declarou que as aludidas medidas não surgiram tarde, uma vez que ele tinha decido que seriam anunciadas em Setembro e, por isso, se as anunciava em 05.09, não havia qualquer atraso. Claro que os outros países europeus é que estupidamente se adiantaram!

Ora, independentemente da alteração das circunstâncias, o que o primeiro-ministro, autêntico deus terreno, diz está completamente certo. Ponto final parágrafo.

Já agora, a propósito do apoio falacioso do aumento das pensões, Ana Catarina Mendes, ministra adjunta dos Assuntos Parlamentares, afirmou que "truque é tirar sem avisar". Este foi o seu grito de guerra. Claro que comunicando deixa de ser uma preocupação para a maioria dos cidadãos com dificuldades, digo eu que nada percebo de política. Como é evidente após a notificação todos ficamos de barriga cheia!!

E feitas as contas os reformados levam, em média, um corte de 252€ nas pensões daqui a dois anos. A este propósito o Presidente da República afirmou que a base de cálculo das pensões para o futuro "é que é o problema"!!!

publicado por Hernani de J. Pereira às 21:05

Setembro 05 2022

Os mais atentos sabem que a excessiva protecção da nossa legislação tem tido como consequência mais visível a proliferação da ideia de que um emprego é algo para toda a vida e que as entidades patronais ou o próprio Estado, deverão assumir uma postura paternalista baseada na manutenção eterna dos postos de trabalho criados.

Na realidade e com especial relevância nos tempos actuais são as organizações empresariais que correm atrás dos melhores e mais qualificados talentos, enquanto os mesmos trocam o “amor à camisola” pelo “amor à própria carreira”.

Por outro lado, os trabalhadores com menores qualificações ou com insuficiências de formação, continuam a sofrer o trauma do desemprego, dos baixos salários, em suma, da instabilidade provocada pela sua fraca empregabilidade não obstante os esforços, por vezes desastrados e desconexos para com as exigências dos mercados.

De facto, existe uma cada vez menor relação entre o proteccionismo laboral e o sucesso das políticas sociais destinadas à promoção do emprego, de formação e do desenvolvimento das competências. É, e sempre foi e será, o mercado a comandar e a efectuar a sua selecção natural perante os mais hábeis e os menos capazes.

(Continua)

publicado por Hernani de J. Pereira às 21:41

Análise do quotidiano com a máxima verticalidade e independência possível.
hernani.pereira@sapo.pt
Setembro 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


arquivos

Julho 2024

Junho 2024

Maio 2024

Abril 2024

Março 2024

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Julho 2022

Junho 2022

Maio 2022

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO