O meu ponto de vista

Abril 30 2019

São raras as pessoas que dizem não à globalização. Quanto muito existem alguns que, com alguma constância, levantam reservas. A globalização, alterando as correlações de forças do mercado, cria cenários de incerteza e lança novos desafios. E a necessidade de responder a estes desafios e exigências e a permanente evolução tecnológica obriga a uma constante renovação de meios, serviços e organizações.

As mudanças rápidas acima referidas criam desafios à capacidade de gestão de cada um de nós que, apesar do potencial de adaptação, enfrentamos grandes riscos no dia-a-dia. A experiência mostra, contudo, que para enfrentar as várias dificuldades é preciso reconhecer, antes de mais, a introdução de conceitos e princípios de subsidiariedade intra e extra-territorialidade, como oportunidade de melhoria e consequente aumento do bem-estar.

Por isso, quando leio que existem 28 freguesias onde há mais de cinco anos não se regista qualquer nascimento preocupa-me. Esta visão bastante redutora do futuro, aliado ao crescente individualismo, para não falar de egoísmo, não permite identificar algumas das carências e suplantar os obstáculos referidos. É evidente que pessoas existem advogando que mais vale uma criança em que lhes seja proporcionado o máximo do que um bebé com o mínimo. 

publicado por Hernani de J. Pereira às 11:40

Abril 27 2019

Esta semana o governo anunciou, com pompa e circunstância, que foi aprovado na reunião de Conselho de Ministros "o decreto-lei que procede à alteração ao Código do IVA, dando execução à autorização legislativa concedida pela Lei do Orçamento do Estado para 2019 no que respeita à tributação da eletricidade e do gás natural em sede de IVA". Mais acrescentava o comunicado que "a partir do próximo dia 1 de julho "passa a aplicar-se a taxa reduzida do IVA de 6% no Continente e de 4% e 5%, respetivamente, nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.

Este foi o anúncio que passou em parangonas, afirmando que iria atingir três milhões de portugueses. Só quem se desse ao trabalho de ler na íntegra a aludida resolução ficava a saber que tal medida se aplicava apenas às habitações cuja potência contratada não ultrapasse 3,45 kVA. Ora, a esmagadora maioria ultrapassa, de longe, esta potência, uma vez esta, quanto muito, dar para alimentar duas/três lâmpadas, um frigorífico e uma TV. Experimentem ligar uma máquina de lavar louça/roupa e verão o que acontece.

Já agora, o mencionado benefício, para além de apenas afectar uma minoria, origina, quanto muito, uma poupança que não ultrapassa um euro por mês.

Bem sei que estamos em ano eleitoral, mas não necessitam de exagerar.

publicado por Hernani de J. Pereira às 21:48

Abril 25 2019

transferir.jpgimages.jpg

Adoro o 25 de Abril. Todavia, não gosto menos do 25 de Novembro. Vivi intensamente as duas datas e, por isso, sei do que falo.

Se um nos deu a liberdade, o outro devolveu a democracia.

Viva PORTUGAL.

 

publicado por Hernani de J. Pereira às 20:23

Abril 24 2019

Há dias foram as notícias sobre o vice-presidente do novo sindicato dos camionistas. Ontem foram as falsas notícias sobre os “chorudos” ordenados de 22 000 professores. Hoje é auditoria/inspecção pedida pela ministra da Saúde à ordem dos Enfermeiros. Igualmente hoje é notícia a mais que certa subida dos combustíveis, mandando dizer que é devido ao braço de ferro que Trump mantém com o Irão, ao mesmo tempo que omitem o quer que seja sobre as brutais taxas e impostos que o actual governo faz incidir sobre esta matéria-prima. Abro parênteses para dizer que, com a subida daqueles, o governo esfrega as mãos de contente, uma vez arrecadar mais dinheiro. É que, independentemente do seu preço, os portugueses terão sempre que abastecer os seus veículos.

Importa, contudo, reter que tudo o que afronta governo é motivo de investigação e posteriores notícias mais que estranhas. Faz lembrar os tempos de José Sócrates em que o actual MNE e de Estado, José Augusto Silva, aliás naquela altura também membro “ilustre” do então governo, tal como António Costa, dizia “quem se mete com o PS leva”.

publicado por Hernani de J. Pereira às 11:03

Abril 23 2019

transferir.png

A capa de hoje do CM é simplesmente vergonhosa. É um autêntico despautério, para não dizer que é também uma infâmia ao bom nome dos professores. Propalar apenas o salário bruto, o qual, ainda por cima, é irreal, sem ter em linha de conta os respectivos descontos, é ignomioso.

Estou no 10º e último escalão e o que trago para casa ronda os 1900 euros. E como é lógico posso prová-lo a qualquer momento.

Uma coisa é certa: o governo sabe muito bem como levar a água ao seu moinho. Os fins justificam todos os meios. Obscena a sua atitude.

publicado por Hernani de J. Pereira às 21:22

Abril 21 2019

JESUS CRISTO ressuscitou.

Aleluia, Aleluia, Aleluia.

Paz aos homens de boa vontade.

 

A todos os meus leitores uma Santa e Feliz Páscoa.

publicado por Hernani de J. Pereira às 10:52

Abril 21 2019

O Senhor Jesus “repousa” no Santo Sepulcro. E nós, peregrinos errantes, esperamos, tanto mais que a Sua Alma não deixa de vigiar e de continuar operante.

Repousam os Seus membros mortais e sofredores, como repousa a semente no seio da terra, na expectativa de renascer e de dar fruto.

Aguardamos, pois, serena e simultaneamente expectantes a sua Ressurreição.

Ámen.

publicado por Hernani de J. Pereira às 00:09

Abril 19 2019

Dia da Paixão do Senhor. Não dia de tristeza, mas de interioridade e, sobretudo, de reflexão. Não dia de pranto, mas sim de agradecimento, pois solenizamos a voluntária entrega à morte, e morte de Cruz, de Cristo, Ele isento do pecado, mas que com este gesto nos redimiu.

Dia em que até as plantas se sentem constrangidas e por isso, segundo uma antiga tradição, nem uma flor se apanha.

publicado por Hernani de J. Pereira às 20:22

Abril 18 2019

Começou hoje, com a celebração da missa comemorativa da Última Ceia do Senhor, mais um conjunto dos três últimos dias da Semana Santa.

Assisti, como sempre faço, à missa de 5ª Feira Santa, a qual terminou há pouco. Não o fiz por hábito ou tradição, mas sim por fé, por acreditar em Jesus Cristo, Deus vivo feito homem. Não se trata de uma simples lembrança de algo que ocorreu há dois mil anos, algo que se comemora como um aniversário ou uma festa/evento. Não, consubstancia a dádiva maior que Cristo a todos deixou: amai-vos uns aos outros como eu vos amei.

publicado por Hernani de J. Pereira às 23:14

Abril 17 2019

Ultimamente – e não é por acaso – surge amiúde notícias, estudos e ensaios sobre a idade da reforma. Invariavelmente vem à baila a questão da idade. Reformar-se aos sessenta e seis anos e meio é, a médio prazo, insustentável e, por isso, trona-se necessário começar a pensar nos setenta anos. Aliás, há quem defenda que daqui a trinta anos os portugueses terão de trabalhar até aos oitenta. O factor da natalidade, aliado a uma longevidade cada vez maior, a isso vai obrigar.

Bem, se pensar que Miguel Ângelo esculpiu a Pietá Rondanini aos 89 anos, que Ticiano pintou a Batalha de Lepanto aos 95 e a Descida da Cruz aos 97, que Gothe escreveu Fausto aos 83, que Victor Hugo escreveu Torquemada com 83, que Verdi compôs Otelo aos 74 e Falstaff aos 84, então, também eu, com bengala – talvez possa servir também para outro fim - nas aulas e de scooter eléctrica de quatro rodas nos corredores, poderei aos 70 enfrentar os alunos.

publicado por Hernani de J. Pereira às 21:40

Análise do quotidiano com a máxima verticalidade e independência possível.
hernani.pereira@sapo.pt
Abril 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
20

22
26

28
29


arquivos

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO