O meu ponto de vista

Setembro 30 2007
Contra todas as expectativas as eleições directas no PSD deram a vitória a Luis Filipe Menezes.

Prevaleceu o populismo, a ânsia do poder a qualquer custo, a ausência de auto-crítica e o santanismo ainda que mais sério e dogmático.

Estão de parabéns os Isaltinos, Valentins e quejandos. A regionalização a curto prazo será um facto.

Perderam claramente a seriedade na política, o pragmatismo, Cavaco Silva e aqueles que acreditam na coisa pública como algo nobre.

Porém, mais cedo ou mais tarde o PSD há-de, no seu todo ou na sua maior parte, entender que apesar de ser um partido de poder, este não pode ser ser alcançado a qualquer custo.

Existem erros que, mais cedo ou mais tarde, se pagam caros. E como nada devo à política, posso afirmar sem quaisquer receios que, na noite de do dia 28 de Setembro p.p., se cometeu um grande erro.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 21:37

Setembro 26 2007
Apesar da luta política no seio do PSD andar pelas ruas da amargura, uma vez que não se vislumbra qualquer debate de ideias e/ou inovação de projectos, há que decidir.

Assim, independemente da crítica que possa e deva fazer, tenho de reconhecer que o melhor candidato para vencer as directas no PSD é Marques Mendes, a quem publicamente dou o meu apoio.

A serenidade, o inconformismo perante a tentativa de assalto ao poder protogonizada pelo seu adversário directo, leia-se Luis Filipe Menezes, bem como a sua recusa ao populismo fácil, levam-me a tomar a posição acima indicada.

Só lamento que algumas pessoas, as quais, num passado bem recente, lutaram e concorreram em listas marcadamente contra as posições preconizadas por Marques Mendes, vendo para que lado ultimamente sopram os ventos, tenham mudado de rota. Vira-casacas e oportunistas que um dia serão desmascarados.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 20:02

Setembro 26 2007
Morreu hoje um grande democrata e um Homem de uma só palavra. Refiro-me a Magalhães Mota, um dos três fundadores do então PPD.

Em 1979 entrou em rotura com Sá Carneiro, naquela altura líder do PPD, tendo abandonado o partido. Depois de uma breve passagem pela ASDI, deixou, para sempre, a política activa, num gesto de enorme coragem.

Portugal e a democracia ficaram mais pobres. Curvo-me perante a sua memória.


Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 19:46

Setembro 24 2007
Afinal o que eu temia não se verificou. A ameaça de chuva não passou de uns chuviscos.

Assim, neste último fim-de-semana vindimei as minhas uvas brancas, tendo por base o bom tempo e, por isso, não é de estranhar o bom grau apresentado.

Porém, como em tudo, não há bela sem senão. Em anos anteriores o grau era baixo e por isso fazer espumante não era fácil. Este ano o teor alcoólico é de tal modo elevado que torna o fabrico de tal bebida ainda mais difícil. O mais estranho - ou talvez não - é saber que é este vinho que se vende bem.

Resta-nos a consolação de termos bons vinhos de mesa brancos.

Hernãni de J. Pereira

P.S. - Como só vindimarei as tintas daqui a quinze dias, espero que até lá não chova.
publicado por Hernani de J. Pereira às 22:15

Setembro 18 2007
Começou a chover e as vindimas ainda no seu início.

A continuar assim, isto é, se o tempo não levantar, vamos ter mais uma colheita de má qualidade.

E andamos nós, viticultores, a correr para as vinhas um ano inteiro para, no final, bastar uns dias de chuva e apanharmos apenas podridão.

Desgraçados dos que não têm um ordenado fixo.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 20:49

Setembro 15 2007
O novo Código de Processo Penal, que entrou hoje em vigor, fez com que mais de 240 presos preventivos fossem soltos.

Legislação que praticamente colocou todos os agentes judiciários em sobressalto, apenas os advogados e, claro, o PS, a apoiaram.

Assim, se constrói a justiça e a segurança das pessoas neste país controlado pela "súcia dos xoxalistas".

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 21:47

Setembro 10 2007
O DN de há dias noticiou algo que já foi aflorado neste local. Trata-se da nossa produtividade.

Afirmava aquele matutino que "num conjunto de 29 países (27 europeus mais os Estados Unidos e o Japão), Portugal está em 21º lugar em termos de produtividade por trabalhador. (...) De acordo com dados de 2006 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), a produtividade dos trabalhadores portugueses por hora é de 12,63 €, menos de metade dos 26,13€ gerados pelos americanos. Espanha situa-se nos 16,04€".

E andamos sempre tão cansados!

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 22:51

Setembro 09 2007
De um amigo recebi um e-mail, cujo conteúdo não resisto a colocá-lo à disposição dos meus leitores. Não sei qual a autoria, pelo que não a cito.

"Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um pirilampo que só vivia para
brilhar.
Ele fugia rápido com medo da feroz predadora e a cobra nem pensava em
desistir.
Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada.
No terceiro dia, já sem forças, o pirilampo parou e disse à cobra:
- Posso fazer três perguntas?
- Podes. Não costumo abrir esse precedente para ninguém mas já que te vou
comer, podes perguntar.
- Pertenço à tua cadeia alimentar?
- Não.
- Fiz-te alguma coisa?
- Não.
- Então porque é que me queres comer?
- PORQUE NÃO SUPORTO VER-TE BRILHAR!!!

E é, assim, que, diariamente, tropeçamos em cobras!"
publicado por Hernani de J. Pereira às 21:18

Setembro 09 2007
Este país não gosta de gente que trabalhe muito.

Razão simples para fundamentar tal: quem trabalha muito incomoda.

Por esta razão, as pessoas, em geral, apreciam os dirigentes que levam o seu munus de forma pacífica e e sem grandes sobressaltos. Nada de grandes exigências.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 20:43

Setembro 04 2007
Bem podemos trabalhar mais e o melhor possível.
Bem podemos apresentar obra feita.
Bem podemos apresentar ideias originais, que

Há-de sempre aparecer um "empatas" que dirá que tudo está mal. Acrescentará ainda que tal e tal é fruto da resolução unilateral e que a solução passaria, antes de mais, pela consulta e negociação.

Em suma, direi eu, o que estes "empatas", no fundo, querem é que se converse, converse, para que, no final, tudo fique na mesma.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 21:42

Análise do quotidiano com a máxima verticalidade e independência possível.
hernani.pereira@sapo.pt
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14

16
17
19
20
21
22

23
25
27
28
29



arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO