O meu ponto de vista

Julho 24 2006
É certo que a ministra da educação (ME), como qualquer um de nós, comete erros.

Porém, este ataque feroz e despudorado, por causa dos exames, cuja culpa directa não é dela, só beneficia os de sempre: sindicalistas da Fenprof, políticos de terra queimada, vulgo PCE e BE, interesses instalados e quejandos.

Aliás, se tivessemos memória haviamos de nos lembrar de outro ME, David Justino, político preparadíssimo, com ideias próprias, que fez e estava disposto a continuar a fazer algo pela educação em Portugal, colocando o essencial no seu lugar e afastando o mal fadado "eduquês".
Também este, em virtude de coisa técnica - lembram-se dos concuros de professores? -, a qual não era da sua competência, foi assado em lume brando até que foi afastado.

Maria de Lurdes Rodrigues acabará na mesma? Voltaremos aos ME anuais? Recordo o que toda a gente sabe: foi esta constante instabilidade governativa que lançou a educação no estado em que está.

N.B. - Sinto-me perfeitamente à vontade para escrevinhar esta letras, uma vez que, como é do conhecimento público, não votei cor-de-rosa.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 23:28

Julho 24 2006
Fala-se em legislação que retira a possibilidade dos autarcas acumularem cargos em empresas municiapis, criadas por si próprios e cujos ordenados são chorudíssimos.

Como é óbvio os autarcas estão contra. Pudera!

Queriam o quê? Que eles não berrassem por lhes acabar a mama?

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 23:13

Julho 23 2006
Tudo o que é esquerda (PCP e BE) e outros intelectuais bem pensantes vêm afirmando, nos últimos dias, a ignomínia que é a atitude de Israel perante o Líbano.

Referem os ataques aéreos e terrestres sobre sul do Líbano, a matança de tantos e tantos civis libaneses, blá, blé, bló, …. Coitadinhas das crianças, mulheres e velhos, paratá, paraté, parató, …

Por sua vez, quando falam sobre as vítimas em Israel, estas deixam de ser pessoas ou civis para serem simplesmente israelitas. Sintomático …

Mas o que é queriam? Depois do Líbano não controlar o Hezbollah, deste raptar soldados israelitas e constantemente estar a perpetuar ataques no norte de Israel, queriam que este país ficasse impávido e sereno?

Esclareço que, talvez pela costela judaica-cristã, não consigo esconder a minha simpatia, ainda que mínima, pela causa israelita, pelo que não me posso colocar do outro lado da barricada.

Contra factos, não há argumentos.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 16:43

Julho 23 2006
Sei que é algo demagógico falar sobre tal assunto. Porém não resisto.

Segundo o Público on-line de hoje (http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1264939) os nossos deputados deram 1900 faltas no primeiro ano da legislatura. Dos 230 deputados apenas 26 exerceram o seu munus sem faltas, isto é, todos os dias estiveram de serviço no Parlamento.

Fazendo contas podemos adiantar que, em média, os deputados faltaram mais de 8 dias ao serviço.

O que para quem deve dar o exemplo não é grande coisa …

Como costumo dizer, estes exemplos só nos devem obrigar a outro tipo de postura. Um desempenho eficaz, sem mácula é a única resposta que devemos dar.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 16:12

Julho 23 2006
Uma pequena notícia, mas não menos importante que as grandes manchetes, publicada na imprensa, há cerca de um mês, passou despercebida há maioria das pessoas.

Tratava-se de uma proposta para taxar os e-mails e os sms por parte dos países da Comunidade Europeia.

É assim que de pequenos anúncios, aos quais não se dá o verdadeiro valor e, por isso, não se contestam, somos confrontados com algo que, mais tarde, nos entra nos bolsos.

Por mim não me calo e aqui lavro o mais profundo protesto.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 15:52

Julho 11 2006
Depois de ter terminado a participação no Mundial de 2006 de forma muito digna, deixando-nos ufanos e orgulhosos, eis que tinha de aparecer alguém para borrar a pintura.

Refiro-me, como já devem ter compreendido, à intenção de Gilberto Madail - só podia ser - de solicitar ao governo a isenção de IRS dos 50 000 € que a FPF distribuiu pelos jogadores.

É preciso ter despudor. Quando a maioria da população nem férias irá gozar, aparecem estes indivíduos a querer furtar-se à mais elementar justiça.

Mas com este governo a aproveitar-se desenvergonhadamente dos sucessos da selecção o que se podia esperar?

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 21:30

Julho 09 2006
Afinal a nossa última esperança morreu na praia. Levar 3 e somente marcar 1 à Alemanha foi demais.

Não merecíamos.

Daqui a 4 anos estaremos prontos para voltar a sofrer. Até lá VIVA PORTUGAL!!!

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 19:40

Julho 08 2006
Estou a escrever este artigo quando falta pouco mais de uma hora para o Portugal-Alemanha, desafio que decidirá o terceiro e quarto lugar do Campeonato do Mundo.

Espero, no final do mesmo, estar com outra perspectiva relativamente à que fiquei na quarta-feira passada.

E por falar naquela aziaga quarta-feira. Será que sonhámos demasiado alto? Ou foi a sorte que nada quiz connosco? Ou o cansaço acumulado era tanto que nos impossibilitou algum descernimento nos momentos cruciais? Ou, finalmente, como é mais fácil de analisar, a culpa foi do árbito?

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 18:45

Julho 02 2006
Ontem tinha o propósito de colocar neste espaço um "post-it" relativo ao desempenho da selecção de todos nós, independentemente do resultado final.

Porém, o cansaço provocado pela tensão do jogo, bem como os festejos que lhe sucederam - principalmente estes, como é óbvio - inviabilizaram aquele.

Então,aqui vai. Ah, Portugal que tanto nos fazes sofrer!

Mas que bem sabe o posteriormente ... Pelo orgulho e por se aplacar a sede das gargantas inflamadas por tanto gritar.

Quanto às lágrimas de alegria, essas já as esqueci. Quarta-feira próxima espero voltar às mesmas sensações.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 12:13

Análise do quotidiano com a máxima verticalidade e independência possível.
hernani.pereira@sapo.pt
Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

25
26
27
28
29

30
31


arquivos

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO