O meu ponto de vista

Dezembro 25 2005
Tanto a imprensa nacional como a regional fizeram, ultimamente, eco de que dois ex-autarcas de Oliveira do Bairro, após terem perdido as eleições, solicitaram subsídios de reintegração. Trata-se do ex-presidente Acílio Gala e da ex-vereadora Leontina Novo.

O primeiro, aposentado há muito tempo, irá receber cerca de 35 000 €. Mas pergunto: reintegração em quê? Na aposentação? Mas isso é algum cargo ou actividade?

Haja vergonha!

No que concerne à segunda, que irá receber para cima de 15 000 €, qual foi a sua dificuldade de arranjar emprego ou ocupação? Não é verdade de que no momento em que deixou de exercer funções na autarquia de imediato reingressou na Escola Secundária daquela vila onde é docente do quadro?

Haja decoro!

Afirmam que mais não fizeram que usufruir de um direito consignado na lei. E a moral e a ética? Não contam?

E depois admiram-se de o povo estar cada vez mais arredado dos políticos!!!

Andaram estes senhores, uma vida inteira, a pregar pela moral e bons costumes e na primeira oportunidade borram a escrita.


Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 21:39

Dezembro 25 2005
Passou, recentemente, na imprensa um relatório do Tribunal de Contas, o qual não mereceu o devido destaque, mercê de uma imprensa, de certo modo, manietada pelo poder.

Refiro-me concretamente à divulgação de que se encontra estimado em 17 mil milhões de euros o encargo do Estado com as auto-estradas sem custos para o utilizador, as já célebres SCUT.

Para os meus caros leitores terem uma ideia de tal importância, a mesma daria para construir 25 pontes Vasco da Gama.

É obra. Ou melhor: obstinação que nos sai caro.

E chamam-lhe defender o bem público. E quando dizem isto nem ruborizam…

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 21:22

Dezembro 11 2005
No dia 5 p.p. passou um ano sobre o início destas crónicas.

Muito escrevi, é certo. Porém, também estou convicto, que muito mais poderia ter escrito. Os afazeres profissionais e as enfermidades dos familiares a isso levaram.

Por outro lado, estou seguro que, para além de escrever mais, as matérias abordadas deveriam ter sido mais diversificadas.

No entanto, para além do carpido, penso que o melhor é efectuar a análise daquilo que foi escrito.

Escrevi o que, no momento me ia na alma, sem nunca ceder à demagogia e ao populismo, procurando, acima de tudo, ser eu próprio. O que está escrito é o que sou, com todos os meus defeitos, mas também com todas as minhas virtudes. E tem assinatura!

Antes de escrever estas palavras, fui reler todos os artigos, numa espécie de retrospectiva. E, sem margem para dúvidas, se fosse hoje voltaria a escrever o mesmo. Sem falsa modéstia, por exemplo, foi bonito reler o que escrevi há um ano sobre Pedro Santana Lopes e Cavaco Silva: a análise veio a confirmar-se totalmente correcta.

Por último um lamento e um pedido sincero aos meus leitores, os quais sei que não são assim tão poucos como isso: tenham coragem de deixar os vossos comentários, mesmo que sejam para dizer mal ou para estabelecer as bases do contraditório.

A todos o meu bem hajam.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 21:01

Dezembro 08 2005
Nas minhas deambulações diárias pelos mais diversos blogues, encontrei no "QuartaRepublica" o seguinte texto, de autor anónimo, o qual, com a natural deferência, não resisto, pela sua enorme beleza e sentido, a publicar também aqui.

"Uma noite, eu tive um sonho. Sonhei que andava na praia, passeando com o Senhor e, no Céu, passavam cenas da minha vida. À medida que passavam iam ficando pegadas na areia: umas minhas, outras do Senhor. Ao olhar para elas notei que muitas vezes, no caminho da minha vida, havia apenas um par de pegadas. Vi que isso aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver.
Disse então ao Senhor:
Tu disseste-me que, quando decidi seguir-Te, andarias sempre comigo em todos os Caminhos. Contudo, durante as maiores tribulações, havia apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo porque é que nas horas que eu mais precisava de Ti, Tu me deixaste sozinho.
Respondeu o Senhor:
Meu querido filho, jamais te deixaria sozinho nas horas de sofrimento. Quando viste na areia apenas um par de pegadas, eram as minhas. Foi nessas alturas que te levei ao colo".

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 17:54

Análise do quotidiano com a máxima verticalidade e independência possível.
hernani.pereira@sapo.pt
Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


arquivos

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO