O meu ponto de vista

Outubro 30 2005
Com a nova legislação sobre o poder autárquico, já por si defeituosa e incompleta, publicada com cerca de um mês de atraso, mercê de um estranho engavetamento na secretária de um deputado do PS, os novos autarcas, eleitos no passado dia 9, novamente irão usufruir das enormes regalias que ao longos das últimas três décadas gozaram, tais como a contagem a dobrar do seu tempo de serviço para efeitos de aposentação.

Enfim! É o cumprir de uma das maiores promessas de Sócrates, isto é, de terminar com os privilégios dos políticos!!!

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 20:38

Outubro 23 2005
O que escrever quando nos apetece escrever mas não sabemos sobre o quê?

Tenho a nítida sensação de que devo escrever algo. Mas sobre o quê?

Política? Acho que não … Desta vez, decididamente, não.

Futebol? Também não, tanto mais que, a esta hora, ainda não sei se o FCP vai ganhar …

Do meu estado de alma? Sinto-me encorajado a fazê-lo! Mas será legítimo expor algo de íntimo neste sítio? E para dizer o quê? Será que valerá a pena afirmar publicamente que as minhas últimas lutas, quer sejam pessoais, familiares e/ou profissionais, me têm acarretado um desgaste imenso, um enorme cansaço, sem que veja ou anteveja resultados positivos, bem pelo contrário?

Reflectindo: o que fazer e como o fazer?
Abandonar tudo e todos?
“Deixar correr”, do género não te rales?
Ou, então, continuar a trabalhar, dando o melhor que sei e posso?

Quem me conhece sabe que não me resta outra alternativa senão seguir a última. Isto, apesar do desânimo e de todas as incompreensões, mesmo dos amigos, que, como se sabe, são as que custam mais.

A finalizar, um pedido de desculpas aos meus leitores pelo presente texto. Mas existem momentos em que até os mais fortes têm dúvidas.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 22:29

Outubro 20 2005
Até que enfim! O país estava suspenso, mas valeu a pena esperar. Apesar de nunca ter duvidado que, no momento certo, o anúncio seria feito.

Qual notícia sobre a greve geral da função pública e respectiva manifestação? Qual gripe das aves? Os media e consequentemente a maioria dos portugueses, hoje, apenas esperavam pelo anúncio da candidatura.

Foram oito minutos bebidos sofregamente. Palavra a palavra, frase a frase, tudo foi absorvido.

Cavaco Silva brilhou. Foi conciso e preciso.

Urra! JÁ TEMOS PRESIDENTE!!!

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 21:33

Outubro 16 2005
E o que dizer das eleições autárquicas regionais, aquelas que estão mais perto deste vosso escriba?

O PSD venceu em Oliveira do Bairro por que Acílio Gala não concorreu. Leontina Novo, apesar do esforço que implementou à sua candidatura, não tem carisma suficiente.

Anadia. Bem, Anadia é um caso paradigmático. Venha quem vier o PSD ganha. Apresente quem quer que seja e ganha com toda a certeza. Mais: só mudará de presidente de dois modos: por a lei impedir a recandidatura de Litério Marques ou, então, que apareça alguém de dentro do PSD que o destrone. Aviso à navegação. Esta última ideia é extremamente difícil de acontecer, a não ser que haja uma revolução a nível dos filiados.

No respeitante à nossa vizinha Mealhada, Carlos Cabral continua de pedra e cal. Para o destituir é necessário que se apresente alguém com mais experiência, quer seja pessoal e/ou profissional, ou seja, com maior carisma do que Breda Marques. Apesar de ser um político, como vulgarmente se diz, com garra e querer, é ainda muito novo. Gosto de Mano Soares. Apesar de se notar falta de traquejo nestas andanças, possui ideias e procura alcançar objectivos que dizem muito à generalidade do cidadão comum. Assim tenha tempo e espaço para expressar as suas concepções da política e teremos homem…

Uma palavra para a Pampilhosa. O meu ilustre colega e amigo Luís Tribuna, candidato pelo PDS à Junta de Freguesia merecia melhor resultado. De qualquer modo, a minha palavra de apreço, uma vez não ser fácil dar a cara, nos tempos que correm, numa batalha deste cariz.

Por último, a minha opinião sobre Vilarinho do Bairro. Com todo o respeito pessoal para com a candidata do PS, Profª Ana Seiça, quem foi a sumidade que a escolheu? Quem a conhece? O que já fez? Em que obras colaborou? A não ser algumas pessoas e não todas que vão à missa dominical a Vilarinho, alguém sabe quem é? Por mim só fiquei admirado pelo número de votos excessivo que tiveram.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 22:03

Outubro 16 2005
Passados que são oito dias após as eleições autárquicas, é chegado o momento de dar a minha opinião, a qual procurarei que seja o mais desapaixonada possível.

A nível nacional nada de surpreendente. Mesmo os casos de Aveiro e Santarém, são excepções que vieram confirmar o meu anterior vaticínio. O PS perderia em toda a linha e o PSD, mercê de uma política hábil e corajosa de Marques Mendes, subiria em número de câmaras e de votos.

O CDS-PP é um partido em extinção e se o PSD continuar com uma política realista, não aberta à influência de lobbies, sabendo separar o trigo do joio, demarcando-se dos populismos demagógicos, não temendo os velhos varões, facilmente “engolirᔠaquele.

No que concerne ao PCP, é certo que cresceu. Porém, desiludam-se os comunistas, pois os votos que recebeu a mais não representam uma mudança na intenção mais profunda dos portugueses, mas sim um modo de penalizar o governo, pelas medidas que tem tomado.

Abra-se um parêntese para afirmar que a maior parte das medidas governamentais, apesar de impopulares, são absolutamente necessárias e que já deviam ter sido tomadas há, pelo menos, dez anos.

Voltando às eleições para dizer que ficou provado à saciedade que o BE não é um partido nacional. Quanto muito é um conjunto de pessoas com uma pequena implantação a nível urbano, mas quase só em Lisboa. Mais: a velha prédica de Louçã de que todos os outros não possuem ética e que a moral é um seu apanágio exclusivo já não dá resultado. Até na religião isso deixou de ser verdade quanto mais na política …

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 20:50

Outubro 16 2005
Há já algum tempo que, infelizmente, deixei de escrever nesta página. Razões de ordem familiar a isso me tem impedido.

Volto com gosto ao convívio dos meus leitores. Não por que a doença de alguém que me é muito querido tenha evoluído positivamente. Infelizmente não é o caso.

Volto, então, por dois motivos: por muita gente mo ter solicitado e por necessidade pessoal.

A todos os que, nesta hora difícil, por um meio ou outro, me têm manifestado a sua solidariedade o meu bem hajam e um abraço de amizade sincera.

Hernâni de J. Pereira
publicado por Hernani de J. Pereira às 20:14

Análise do quotidiano com a máxima verticalidade e independência possível.
hernani.pereira@sapo.pt
Outubro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

17
18
19
21
22

24
25
26
27
28
29

31


arquivos

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO